Colunista Fred Pontes

VAI TER VAQUEJADA SIM!!!

Por Fred Pontes

A vaquejada surgiu no sertão nordestino entre os séculos XVII e XVIII advinda de uma tradição Árabe. Está lá em Luis da Câmara Cascudo (que hoje a esquerda colocou no limbo). Incorporou-se à tradição brasileira através dos séculos.
A partir de 2010 um movimento social ativista chamado “direitos dos animais”, resolveu questionar a Vaquejada.
Quem leu o livro de Pascal Bernardin “O Império Ecológico ou a Subversão da Ecologia pelo Mundialismo”, sabe a finalidade desses grupos na tomada de Poder global. Antigamente era somente o Greenpeace. Hoje eles perpassam toda a sociedade “alinskyanamente” de forma quase hegemônica nas suas ações. Porém, foi a partir dos anos 40 e 50 com a ideologia da “Nova Era” que a saúde surge como elemento moral. Como não havia mais referência a uma moral Divina, começa-se a procurar o guiamento moral na esfera imanente na natureza. Aparece nos anos 60 uma bibliografia imensa sobre a “harmonia com a natureza”. Esse principio moral que foi introduzido pela medicina alternativa e pela “Nova Era” (muito difundida no Brasil nos anos 70 através dos escritos de Fritjof Capra) se incorporou na Cultura dominante. É a partir dessa ideologia que surgem esse radicais dos movimentos em (suposta) defesa dos animais e “tutti quanti”. Quando vemos hoje em dia militantes “ecológicos” transando com a Terra, é disso que se trata: A “Nova Era”. Tratarei mais especificamente disso em outro artigo.
Sou um sertanejo. Nasci e me criei no sertão. Sou Conservador e defendo as tradições pois sei quais são os planos para através da mudança de toda a Cultura, o movimento revolucionário refundar a ordem social sob o signo do radicalismo.
Não se trata do “bem estar” dos animais. Trata-se de golpear uma tradição do povo brasileiro através dos cânones do império ecológico com uma estratégia que efetua a síntese entre liberalismo, comunismo e humanismo maçônico, que se arraiga nos mistérios antigos e no culto da natureza.
Por que será que não vi ainda uma única pessoa tratando do tema sob esses aspectos fundamentais?
Qualquer Conservador ou mesmo Liberal que for a favor da criminalização da Vaquejada está (mesmo sem saber) contribuindo para a “agenda” socialista da “Nova Era”.
Aos que mesmo lendo esse texto permanecerem a favor, parem de comer carne. Pois os animais são abatidos para serem comidos. Vão lá no cardápio da ONU e do Greenpeace e vejam se não servem carne. E cuidado, pois se essa porcaria sub ideológica der certo, ninguém mais vai comer carne (a não ser os futuros donos do mundo). E se comer, será crime.
ACORDEM!
Ps: O discurso dos maus tratos são apenas o vestido de ideias ideológico para provocar sinapses sensoriais emocionais. Não trato de ser contra ou a favor da vaquejada (mesmo que nesse momento e pelas razões apresentadas sou a favor), fiz aqui a denúncia de uma estratégia.

Fred Pontes é Colunista do Blog Vale sem Fronteiras

Comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *