Internacional

Leopoldo López retorna a prisão domiciliar por pressão mundial contra o ditador comunista Nicolás Maduro

Leopoldo López retorna a prisão domiciliar por pressão mundial contra o ditador comunista Nicolás Maduro
Leopoldo López retorna a prisão domiciliar por pressão mundial contra o ditador comunista Nicolás Maduro

Apesar do regime ditatorial comunista venezuelano não ter emitido a informação, a esposa de López, Lilian Tintori, espalhou a notícia no Twitter.

O líder da oposição venezuelana Leopoldo López foi encaminhado ontem de volta para a prisão domiciliar após ter passado uma semana em cárcere militar.

“Acabam de devolveram Leopoldo para casa. Continuamos com mais convicção e determinação para alcançar a paz e a liberdade da Venezuela”, escreveu Lilian Tintori, esposa do fundador do partido político Popular na rede social Twitter.

Acaban de trasladar a Leopoldo a la casa. Seguimos con más convicción y firmeza para lograr la Paz y la libertad de Venezuela!

Sem avisar nada, os revolucionários comunistas da polícia política de Maduro, chegaram à casa de Leopoldo em doze carros e vários oficiais do serviço de inteligência venezuelana, informou ainda pelo Twitter, Tintori.
López foi arrastado de sua casa pelo Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) na terça-feira, 1º de agosto. Leopoldo Lópes que se encontra preso por protestar contra a violenta ditadura bolivariana-comunista-narco-terrorista de Nicolás Maduro, foi colocado em prisão domiciliar após passar mais de três anos encarcerado na prisão militar Ramo Verde.
A notícia da volta de López à prisão militar causou revolta e indignação no mundo todo, levando até mesmo apoiadores do regime comunista a clamarem para que o líder da oposição, simbolo maior da liberdade na Venezuela, pelo menos pudesse ficar preso em casa com a família. Concessão atendida pelo ditados genocida Maduro.

Comentar

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *